Pages

  • RSS

10 de mar de 2010

Eu e Ela

ô ô Minha linda Linna ..já estou aqui morrendo de saudades e ainda nem fostes, mesmo sabendo que tens que retornar...queria sim (em um momento egoísta) que ficasse um pouquinho mais.

Sucesso sempre. TE AMOOOOOO.




Quando O Sono Não Chegar do extinto Cordel Do Fogo Encantado


Neste quarto de fogo solitário

No telhado um letreiro esfumaçado.

Candeeiro no peito iluminado.

O cigarro no dedo incendiário.

O cinzeiro esperando o comentário.

Da palavra carvão fogo de vela.

Meus dois olhos pregados na janela.

Vendo a hora ela entrar nessa cidade.

Tô fumando o cigarro da saudade.

E a fumaça escrevendo o nome dela.

O prazer de quem tem saudade é saudade todo dia.

O prazer de quem tem saudade é saudade todo dia.

Ela é maltratadeira.

Além de ser matadeira ô saudade companheira.

De quem não tem companhia.

Eu vou casar com a saudade.

Numa madrugada fria.

Na saúde e na doença.

Na tristeza e na alegria.

Quando o sono não chegar.

No mais distante lugar .

No deserto beira mar.

Dia e noite noite e dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

sobreisso: