Pages

  • RSS

14 de mar de 2010

Momento Caio Fernando de Abreu.

"Toda a minha saudade, e o meu amor de sempre."


' Eu queria que não fosse assim, que não tivesse sido assim. Mas não consegui evitar. A semente recusava-se a vir à tona, eu nem sempre tinha tempo ou vontade de regá-la, e não chovia mais – foi isso que aconteceu '


"Relaxa baby e flui: barquinho na correnteza, Deus dará."




"sempre há alguma coisa que falta. guarde isso sem dor, embora, em segredo, doa"

"...Mas se eu tivesse ficado, teria sido diferente? Melhor interromper o processo em meio: quando se conhece o fim, quando se sabe que doerá muito mais — por que ir em frente? Não há sentido: melhor escapar deixando uma lembrança qualquer, lenço esquecido numa gaveta, camisa jogada na cadeira, uma fotografia — qualquer coisa que depois de muito tempo a gente possa olhar e sorrir, mesmo sem saber por quê. Melhor do que não sobrar nada, e que esse nada seja áspero como um tempo perdido.


Tinha terminado, então. Porque a gente, alguma coisa dentro da gente, sempre sabe exatamente quando termina.

Mas de tudo isso, me ficaram coisas tão boas. Uma lembrança boa de você, uma vontade de cuidar melhor de mim, de ser melhor para mim e para os outros. De não morrer, de não sufocar, de continuar sentindo encantamento por alguma outra pessoa que o futuro trará, porque sempre traz, e então não repetir nenhum comportamento. Ser novo..."
 
"(...) Estranho, mas é sempre como se houvesse por trás do livre-arbítrio um roteiro fixo, pré-determinado, que não pode ser violado."
 
 
Ando meio fatigado de procuras inúteis e sedes afetivas insaciáveis."
 
Eu quis tanto ser a tua paz, quis tanto que você fosse o meu encontro. Quis tanto dar, tanto receber. Quis precisar, sem exigências. E sem solicitações, aceitar o que me era dado. Sem ir além, compreende? Não queria pedir mais do que você tinha, assim como eu não daria mais do que dispunha, por limitação humana. Mas o que tinha, era seu. "
 
 
E PARA TERMINAR ESSA SESSÃO MELANCOLIAAAAAAAAAAA
 
Vai passar,tu sabes que vai passar.Talvez não amanhã,mas dentro de uma semana, um mês ou dois,quem sabe?O verão está aí,haverá sol quase todos os dias,e sempre resta essa coisa chamada¨impulso vital¨.Pois esse impulso ás vezes cruel,porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo,te empurrará quem sabe para o sol,para o mar,para uma nova estrada qualquer e,de repente, no meio de uma frase ou de um movimento te surpreenderás pensando algo assim como ¨estou contente outra vez¨...



 
 
AAHHHHHHHH!!!!!!!!!!!
 
VAMOS VIVER A NOSSA VIDA EM PAZ
 
"Leve com vc só o que for bom" Tudo bem beiber..levo sim
 
Se não fosse cômico seria trágio.Partiu!
 
 
 
 
 

Um comentário:

Débora Accioly disse...

Vamos viver tudo que há pra viver? ...

Não há tempo que volte amor!

Conheço pouco o Caio Fernando.. mas muiito interessante isso aqui flor! =)
saudades imensas!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Postar um comentário

sobreisso: